A Poética de Dora Martins

Me encontra

Eu sempre quero mais .

Estou sempre a buscar

Seu olhar vermelho frenético..

Sinto o prazer do toque de suas mãos penetrar minha alma.

Nossos corpos se estremecem.

Nos lençóis:

ruídos … abraços… beijos… e o silêncio.

Como se sente?

O sol já nasceu.

Verão

No calor atenuante do verão a tarde me consome

Bebo o drink de seus lábios.

forte como fel e doce como mel.

Inebriante.

O tempo que passa me aproxima de você.

O calor me consome

A tarde é atenuante.

Poesia do Tempo

Já deixei minha poesia

percorrer seu corpo.

Já deixei minha mágoa.

Guarde sua saudade,

 

Leve-me daqu

(pequenas lembranças….)

Deixe-me ser criança

como ontem… e buscar os seus desejos.

 

Não importa a boca

que guardou seus beijos

mas o silêncio que os meus

lábios possam possuir.

             

Não importa a minha revolta

se preciso for para ser os seus segredos

mas deixe-me apenas desfrutar dessa magia

que é encontrar no seu íntimo e desfrutar

da verdadeira sensação loucura que é você.

 

Eterno

É preciso que a morte faça sua trilha

perfeita, exatamente leve como a brisa;

p’ra sentir-se misteriosa.

 

É preciso que o vento leve

toda sorte desapercebida,

Toda dor sentida….

Toda alegria ressentida.

 

É preciso ter coragem,

abrir a porta da frente

e jogar-se na avenida.

 

É preciso ser forte …

para ver tantas mazelas;

nesse Brasil desumano…

onde existe os que morrem sem culpas.

 

Dos que enlouquecem o insensato.

 

É preciso ter coragem,

vendo corvos e urubus… que negam o óbvio;

quando a vida era possível.

 

É preciso ter coragem,

Para acreditar que vamos sobreviver

E tudo vai recomeçar!

Caos emocional

Nem tudo é como queremos.

Nada é perfeito.

Tudo é imperfeito.

O mundo está um caos

e você quer poder!

 

O mundo clama por igualdade.

Eu tento entender.

Ouço voz!

Ouço gritos….

Ouço lágrimas.

 

Escuto os órfãos por todos os lados.

Das covas fechadas escuto o silêncio.

 

Imagens ruídas veem de todos os lugares.

São lembranças ou pesadelo???

O que você fez?

O que você causou ?.

 

Vidas se foram.

Quanta dor.

Meu peito chora.

 

A chuva que chega é vermelha.

Ela sangra…

Estou tonta.

Meus olhos calaram… sinto vertigem.

Não respiro.

IMG 20210325 WA0012 e1617217204709
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter